Dentro de mim mora um anjo

Quem me vê assim cantando não sabe nada de mim dentro de mim mora um anjo que tem a boca pintada que tem as asas pintadas que tem as unhas pintadas que passa horas a fio no espelho do toucador dentro de mim mora um anjo que me sufoca de amor Dentro de mim mora... Continue lendo →

Espero curarme de ti

Espero curarme de ti en unos días. Debo dejar de fumarte, de beberte, de pensarte. Es posible. Siguiendo las prescripciones de la moral en turno. Me receto tiempo, abstinencia, soledad. ¿Te parece bien que te quiera nada más una semana? No es mucho, ni es poco, es bastante. En una semana se puede reunir todas... Continue lendo →

Talvez seja melhor assim

Digam o que quiserem, mas toda perda é sempre difícil. Não me refiro aqui à uma perda que possa ser ocasionada pela morte ou doença, mas a perda de todo material escrito durante anos de vida, devido a um problema no PC. Mas o que se há de fazer? O negócio é começar tudo de... Continue lendo →

Desesperado sem motivo

Hoje acordei desesperado sem motivo. Nem cheguei a tomar café ainda e praticamente já fumei quase um maço de cigarro. Agora se alguém me perguntar de onde vem tal angústia e desconforto, sinceramente não conseguirei dizer. Talvez essas coisas realmente surjam do nada - o que eu duvido - como diz certo amigo meu que... Continue lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑