Destino

Destino é aquilo de que não se escapa, por mais que se tente. Esse filho de Caos e Nix acorda todos os dias conosco, e nos persegue como tempestade, da qual não se encontra abrigo. Alguns dizem que já está traçado, outros acreditam que podemos mudá-lo. Do insólito a glória, ou vice-versa, ele se encontra definido. Sartre falava que ser é escolher-se, mas acho que ele não se lembrou do destino, que a sua revelia tudo muda, sem que nada possa ser evitado. Homens de poder já consultaram oráculos, mas o destino é inalterável. Destino é a vela que arde até o fim, não se importando com o vento. Mas nem sempre é fatalidade.