Sábado

Sábado 19:06 horas, estava me preparando para sair. 19:20 horas estou aqui esperando alguém. um telefonema. mas nada acontece. Poderia olhar a agenda a procura do outro se caso fosse 19:06 horas, mas não é, são 19:22, só me resta esperar. Vou a prateleira de remédios, são 19:23; apanho o calmante para esquecer o minuto que passou, e os próximos que continuaram a despencar do ponteiro do relógio. este roda mais algumas vezes, até agora ninguém chegou. retorno o ponteiro para 19:06 hs, sinto-me pronto para sair, afinal é sábado e já está tudo combinado, mas antes preciso urgente de um relojoeiro.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑